Edição Atual

Revista Sísifo – Feira de Santana – (2014-)

nº 12 julho/dezembro 2020

Filosofia – Periódicos

ISSN: 2359-3121

APRESENTAÇÃO

A Revista Sísifo traz ao público a sua edição julho-dezembro/2020. O ano de 2020, um ano trágico e desafiador para a humanidade, foi também um ano de perseverança e aposta em um futuro possível. Prova disso, o abundante exercício de pensamento que se construiu no decorrer do ano, a exemplo das pesquisas nas áreas das ciências da saúde e das humanidades, o trabalho intenso de divulgação científica nos meios de comunicação, destacadamente nas redes sociais e, ainda, a promoção do debate público na arena virtual. Sem esquecer que, diante da crise civilizatória desvelada pela pandemia, vivenciamos uma experiência de renovação da disputa política durante as eleições no Brasil. Somemos a isso as lutas por direitos civis e trabalhistas protagonizadas por entregadores de delivery, pelo movimento negro e pela juventude periférica. Podemos afirmar que foi um ano de exercício de pensamento e exercício democrático.

É nesse espírito de persistência do pensamento e de aposta na sua democratização, que nós da Sísifo, prosseguimos. Assim, nesta edição, contamos com a coluna “Filósofas”, de curadoria de Karla Sousa (Doutoranda UFBA), que estreia com o texto “Butler e a perspectiva da performatividade da identidade”, assinado pela mesma e por Bethânia Sousa. A coluna passará a receber artigos e ensaios abordando a literatura filosófica assinada por mulheres. Contamos também com a tradução de Yves São Paulo de ensaio do crítico de cinema Ricciotto Canudo (1877-1923), ensaio intitulado “O nascimento de uma sexta arte”, “um ensaio de fôlego, defendendo o Cinematógrafo como arte, própria ao mundo moderno, realizando o exercício de pensar a novidade tanto em seu aspecto estético, quanto ontológico, oferecendo rico material aos estudiosos de filosofia da arte, e em particular aos estudiosos da arte cinematográfica”, comenta o tradutor.

Publicamos o artigo “Da relação entre homem e mulher, no seio da família, à luz da filosofia de Edith Stein”, de autoria de Maria Clara Monteiro (UFPE) e Prof. Marcos Roberto Costa (UFPE), no qual é discutido que, para Edith Stein, “homem e mulher possuem papéis específicos dentro das famílias e que justamente por essas diferenças se fazem necessariamente complementares um para o outro na sua relação amorosa e em seu papel de pais educadores”. O artigo “Ética da ação: enlaces entre o tema transversal e os processos formativos escolares”, de Carlos Alberto Travessa Junior (UFU), Profª Maria Aparecida Augusto Satto Vilela (UFU) e Profª Luciana Karen Calábria (UFU): “O artigo analisou a apresentação do núcleo diversificado dos Parâmetros Curriculares Nacionais e o Tema 1: Ética, pautando a construção desta política pública educacional sob a formação dos princípios éticos na sociedade brasileira e seus produtos materiais/imateriais que (re)significam e mobilizam um agir social”. Cosme da Rocha e Profª Talita Cristina Garcia, do Centro Universitário Católico de Vitória, assinam o artigo “O ressignificar da vida na perspectiva camusiana” que, “deseja realizar uma reflexão sobre o valor da vida, se de fato ela tem sentido e como proceder mediante aos desafios inerentes a todos. O objetivo desta verificação é utilizar de ideias de Albert Camus, filósofo contemporâneo, para fomentar reflexões acerca da importância de se viver”.

Prof. Emanoel Luís Roque Soares (UFRB), publica como nosso convidado o artigo “Os dois espíritos da arte e a inversão de valores do cristianismo”, “[o] artigo traz uma visada nietzscheana e na história da estética e a tentativa de resgatar o momento do declínio da tragédia Ática e suas consequências, tanto para as artes como para as ciências, nos dias de hoje. É também importante como resgate no sentido de atentarmos à presença dos dois espíritos da obra de arte (Dionisíaco e Apolíneo), elementos essenciais para todos, que trabalham com arte e educação, além de tratar das influências morais do fim da tragédia Ática, reafirmando que a ética e a estética andam juntas”.

Boa leitura!

Carla Oliveira (editora)


ARTIGOS

Butler e a Perspectiva da Performativa da Identidade

Betânia Alves Pereira de Souza

Karla Cristhina Soares Sousa

PDF 1-13


Os dois espíritos da arte e a inversão de valores do cristianismo

Emanoel Luís Roque Soares

PDF 14-32


Da relação entre homem e mulher no seio da família, à luz da filosofia de Edith Stein.

Maria Clara Caetano Tavares Monteiro

Marcos Roberto Nunes Costa

PDF 33-53


Ética da ação: enlaces entre o tema transversal e os processos formativos escolares

Carlos Alberto Travessa Júnior

Maria Aparecida Augusto Satto Vilela

Luciana Karen Calábria

PDF 54-78


O ressignificar da vida na perspectiva camusiana

Cosme da Rocha

Talita Cristina Garcia

PDF 79-99


O nascimento de uma sexta arte, ensaio sobre o cinematógrafo

Ricciotto Canudo

Yves São Paulo (tradutor)

PDF 100-111